Volte ao SPIN

SPIN01 SPIN02 SPIN03 SPIN04 SPIN05 SPIN06 SPIN07
SPIN08 SPIN09 SPIN10 SPIN11 SPIN12 SPIN13 SPIN14
SPIN15 SPIN16 SPIN17 SPIN18 SPIN19 SPIN20 SPIN21
SPIN22 SPIN23 SPIN24 SPIN25 SPIN26 SPIN27 SPIN28
SPIN29 SPIN30 SPIN31 SPIN32 SPIN33 SPIN34 SPIN35
SPIN36 SPIN37 SPIN38 SPIN39 SPIN40 SPIN41 SPIN42
SPIN43 SPIN44 SPIN45 SPIN46 SPIN47 SPIN48 SPIN49
SPIN50 SPIN51 SPIN52 SPIN53 SPIN54 SPIN55 SPIN56
SPIN57 SPIN58 SPIN59 SPIN60 SPIN61 SPIN62 SPIN63

SPIN64 SPIN65 SPIN66 SPIN67 SPIN68 SPIN69 SPIN70
SPIN71 SPIN72 SPIN73 SPIN74

segunda-feira, 3 de maio de 2010

As mentiras que me ensinaram na escola

Tudo o que existe parece ter sido obra do que poderíamos de chamar de work in progress ou cidade em progresso ou art em progresso.
Tudo foi acontecendo gradualmente, por etapas, com acertos e erros, avanços e retrocessos.
Antes do cinema apareceu a fotografia.
Fotografia,,,filme...
E antes da fotografia?
A pintura que, por sinal, com o surgimento da fotografia, teve a continuidade da sua existência questionada.
Prá que pintar se podemos fotografar?
Estou me referindo à fotografia que reproduz fielmente a realidade, como se pintura fosse fotografia.
Quando não existia fotografia os reis, papas, convocavam os pintores para pintá-los,,,quer dizer,,fotografá-los com tintas e pincéis.
Não nos esqueçamos que, ao lado da pintura, existiam outros tipos de expressão tais como a escultura, a gravura e até a literatura que, é claro, poderiam ser usadas para a reprodução da realidade, o que não deixa de ser uma espécie de fotografia.
Vamos ao tempo?
Estamos falando de um período que poderíamos identificar como Grécia que produzia esculturas clássicas até o surgimento da fotografia, seguido pelo aparecimento do cinema até hoje.
E antes da Grécia, o que ocorreu em termos de arte, escrita, escultura, gravura no nosso planetinha?
Para entender isso vamos ter que falar de Brasil, mais exatamente do Piauí onde, há 50 mil anos, artistas deixaram suas obras para nosso deleite.
A conferir





"
A riqueza arqueológica do Piauí passou a ser conhecida desde os anos 70, quando uma equipe interdisciplinar dirigida pela professora Niède Guidon iniciou pesquisas na área do Parque Nacional da Serra da Capivara - sudeste do estado, e evidenciou uma grande quantidade de sítios, além de datações muito recuadas para uma ocupação humana na América (50.000 anos antes do presente).
O Piauí é detentor de importante concentração e variedade de sítios de arte rupestre de norte a sul do estado. Hoje, conhece-se mais de mil sítios distribuídos em mais de 60 municípios. A arte presente no território piauiense é multicolor e rica em detalhes. Existem casos em que é possível identificar cenas da vida diária dos grupos humanos que a executaram como caça, dança, parto, acrobacia, sexo, luta e execução. No entanto, o avançado estado de destruição em que se encontravam alguns desses sítios de arte rupestre levou-nos a idealizar trabalhos visando sua preservação"
http://www.comciencia.br/reportagens/arqueologia/arq17.shtml

Com certeza, o que acontecia no Piauí, se repetia por todo o planeta, conforme podemos constatar em esculturas, gravuras, escrita, a arte rupestre, a sensibilidade humana que, com o passar dos anos, se aprimorou.
Que tal darmos uma olhada na cultura pré-colombiana

"(...) Mais de 2 mil anos antes da chegada dos conquistadores espanhóis, os incas já tinham uma cultura rica e própria. Com o passar dos séculos, os incas alargaram seus territórios e foram assimilando características de outras culturas espetaculares: chavins, nascas, huaris, paracas, tiahuanacos, mochicas e chimús. Pouco antes da descoberta da América, os incas dominavam um grande território que abrangia litoral e montanhas e haviam desenvolvido uma arte sofisticada, original e de elaborada técnica.(..)"

http://www.sunrisemusics.com/artepre.htm

Tive o prazer de assistir à exposição destas obras dos povos pré-colombianos, podendo ser aí incluidos povos que naquela época habitavam o território brasileiro,

A conferir neste texto


Arte do Brasil pré-histórico é tema de exposição no CCBB-SP; veja fotos e vídeo
AUGUSTO OLIVANI
Da Redação

http://d.i.uol.com.br/images/nota_antes0719.jpg

Estatueta em cerâmica de figura humana, uma das peças que integra a mostra Antes
Divulgação

Estatueta em cerâmica de figura humana, uma das peças que integra a mostra Antes
VEJA FOTOS
ENTREVISTA COM A ARQUEÓLOGA NIÉDE GUIDON


A idéia de que a arte pré-histórica se resume a garatujas nas paredes das cavernas ainda é bastante comum _exemplo disso é o próprio idealizador da mostra "Antes", Marcello Dantas, que tinha essa visão antes de ter o primeiro contato ao vivo com essa manifestação, há cinco anos.

Até o dia 25 de setembro, o público paulistano poderá conhecer a fundo o próprio passado pré-colonial do Brasil com a inauguração da exposição "Antes - Histórias da Pré-História". Depois de passar pelo Rio de Janeiro e por Brasília, onde o público somado foi de 750 mil pessoas, as 150 peças que compõem a mostra ocupam o Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo.

Não se tratam apenas de pinturas e gravuras feitas em cavernas (arte rupestre), que retratam o cotidiano e as cerimônias dos povos indígenas de 35 mil anos atrás, mas também de peças cerâmicas, instrumentos de caça e objetos talhados e moldados em pedra e osso que revelam o esmero e a sofisticação de civilizações ditas "primitivas".

Tendo como referência apenas a natureza, já que não existiam manifestações artísticas anteriores, o índio pré-histórico brasileiro "criou a matriz estética do que deve ser considerado o pilar da história da arte", como diz o idealizador Marcello Dantas, ao mesmo tempo que outros povos contemporâneos de diferentes partes do planeta também passavam a se expressar com pinturas e modelagens. "É o nascimento do espírito humano, há algo mais do que a mera sobrevivência para esses povos", afirma Dantas.

Leia mais

http://entretenimento.uol.com.br/arte/ultnot/2005/07/20/ult988u314.jhtm

Afinal de contas, prá que entrei neste terreno se a intenção era fazer um apanhado sobre o cinema mudo?
Ah sim, work in progress
Isso
O que existe hoje é fruto de uma construção coletiva e não obra de uma ou outra civilização ou indivíduo privilegiado.
Deixe-me ver por onde já andei nesta minha viagem
Cinema
Fotografia
Pintura
Grécia
Arte Rupestre
Falta o que mesmo?
Ah sim,
Como agora sei que a arte se espalhou, sem excessão, por todo o planeta, quero ver o que nos conta o Google, pois o que aprendi na escola é que em termos de Brasil e América o que sempre existiu foi uma ausência de qualquer manifestação humana, o que não é verdade.
Vou pesquisar no Google com o termo "arte rupestre" para ver se a web reproduz de forma mentirosa o que a escola me ensinou por anos e anos.
Eu não disse?
Que falta de vergonha na cara destes mafiosos que querem mostrar supremacia sobre tudo.
O Google reproduz a mentira que me foi repassada na escola, pois não consta ali nada sobre a arte rupestre do Piauí, ali mesmo, no chão sobre o qual ficava minha escola.
Quer dizer que foi tudo mentira o que me ensinaram quando todo o saber estava ali, sob meus pés, ao meu derredor, onde eu poderia olhar como se fosse espelho.
No entanto mandaram-me olhar para a Europa, Ásia e África como a fonte de toda a sabedoria.
Dirão que o Google faz uma leve referência sobre a arte rupestre no Brasil.
Ah sim, ainda bem, como se vê, a escola que me ensinou é bem mais mentirosa do que o Google.

"(...) Arte rupestre, pintura rupestre ou ainda gravura rupestre, é o nome que se dá às mais antigas representações pictóricas conhecidas, as mais antigas datadas do período Paleolítico Superior (40.000 a.C.) gravadas em abrigos ou cavernas, em suas paredes e tetos rochosos, ou também em superfícies rochosas ao ar livre, mas em lugares protegidos, normalmente datando de épocas pré-históricas.

(....)
Prospecções arqueológicas realizadas na Europa, Ásia e África, entre outras, revelam em que meio surgiram entre os primitivos homens caçadores os primeiros artistas, que pintavam, esculpiam e gravavam, demonstrando que o desejo de expressão através das artes é inerente ao ser humano. A cor na pintura já era conhecida pelo Homem de Neandertal. As "Venus Esteatopígicas", esculturas em pedra ou marfim de figuras femininas estilizadas, com formas muito acentuadas, são manifestações artísticas das mais primitivas do "Homo Sapiens" (Paleolítico Superior, início 40000a.C) e que demonstram sua capacidade de simbolizar.

(...)
Considera-se arte rupestre as representações sobre rochas do homem da pré-história, em que se incluem gravuras e pinturas. Acredita-se que estas pinturas, cujos materiais mais usados são o sangue, saliva, argila, e excrementos de morcegos (cujo habitat natural sâo as cavernas),[1] têm um cunho ritualístico. Estima-se que esta arte tenha começado no Período Aurignaciano (Hohle Fels, Alemanha), alcançando o seu apogeu no final do Período Magdaleniano do Paleolítico.

(...)
[editar] Sítios mais conhecidos
Os sítios mais conhecidos e estudados encontram-se na Europa, sobretudo França e no norte da Espanha, na região denominada franco-cantábrica; em Portugal, na Itália e na Sicília; Alemanha; Balcãs e Roménia. No norte mediterrâneo da África; na Austrália e Sibéria são conhecidas milhares de localidades, porém não tão estudadas, como é o caso do Brasil. Em 2003, pinturas rupestres foram também descobertas em Creswell Crags, Nottinghamshire, Inglaterra.
(..)
[editar] Brasil

Pinturas Rupestres no Cidade de Ivolândia.No Brasil são encontrados diversas manifestações de arte rupestre. Os locais mais conhecidos ficam em Naspolini, no estado de Santa Catarina, na região Sul do país. Em Minas Gerais na região de Lagoa Santa, Varzelândia e Diamantina próximo à cachoeira da Sentinela. Destacam-se também a Toca da Esperança, região central da Bahia e Florianópolis, estado de Santa Catarina, no sul. No nordeste também foram encontradas pinturas no estado do Piauí, na Serra da Capivara. As cidades mais próximas dos sítios arqueológicos são Coronel José Dias e São Raimundo Nonato (30 km). Outros registros foram encontrados na fronteira com o Chile, no Lago dos Diamantes. Muitos registros estão em condições precárias. No estado do Rio Grande do Norte, diversos sítios também são encontrados, principalmente nas regiões do Seridó e na chapada do Apodi, tendo como destaque o Lajedo de Soledade. No estado de Pernambuco encontram-se pinturas rupestres no município de Itapetim, nascente do rio Pajeú, nos Sítios Boa Vista e Riacho Salgado e no município de Afogados da Ingazeira, próximo 5 quilômetros do povoado de Queimada Grande e no município de Carnaíba, na Serra do Giz, próximo ao povoado da Serra Carapuça.

Segundo informação da FUMDHAM (Fundação Museu do Homem Americano), de São Raimundo Nonato, há 260 sítios arqueológicos com pinturas rupestres na área do Parque Nacional da Serra da Capivara, que foi criado em 1979.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Arte_rupestre

Finalizando, que tal voltarmos agora aos irmãos Lumiére
E por acaso foram eles os inventores do cinema?
Não
Claro que não
O cinema foi inventado pelo homem das cavernas
Basta olhar o interior das cavernas de 40 a 50 mil anos atrás para percebermos que o homem daquela época criava "storyboards", ou seja, histórias em sequências, a realidade daquele momento em forma de HQ, que não deixa de ser uma forma de cinema.
A conferir

http://www.youtube.com/watch?v=PdIHcRhlIxA

Em tempo:como se vê, eles(irmãos Lumiére) começaram registrando cenas do cotidiano, não havia uma história sendo contada.
O cinematógrafo ficava parado capturando as cenas, como se vê neste vídeo.
Percebo as primeiras cena de humor como sendo a inauguração do cinema como um instrumento para representar ou inventar ou contar histórias, talvez os irmãos Lumiére tenham feito isso por acaso, sem se dar conta do que estavam pensando ou criando.
Quando pensavam estar apenas brincando, na verdade estavam entrando naquilo que o cinema é hoje, um instrumento não apenas de registro da realidade mas de invenção, percepção, alteração,
Numa postagem abaixo entrei noutra seara, as voltas que o mundo deu para chegar aos irmãos Lumiére e, claro, ao mundo de hoje, as novas tecnologias
Será que ao criar estas avançadas tecnologias esta versão selvagem do capitalismo cavou sua própria sepultura?
Com a resposta o baronato da mídia, leia-se Veja, Folha, Globo e Estadão.
Já estou entrando noutro campo, a política, pois daqui a pouco vou querer discorrer sobre os barões do café, estes que deixaram em SP a marca e a ideologia do conservadorismo.
Dizem que a revolução de 32 na verdade não foi uma revolução mas um golpe do baronato do café contra o Brasil progressista.
Esta luta perdura até hoje, tendo passado, por exemplo, pelo palco do Teatro Municipal na Semana de Arte Moderna de 22 quando, na platéia, artistas como Vila Lobos e, na plaetéia, gente progressista mas, também, jovens conservadores (melhor dizer atrasados) vaiando e jogando papel picado contra Villa Lobos.
Estes mesmos jovens fizeram parte da revolução (melhor dizer golpe) de 32 de SP.
Lamentável que os conservadores (melhor dizer atrasados) estejam no poder em SP há mais de 20 anos e estão usando de meios sujos para assumir a presidência deste País.
Como pude entrar neste assunto se a proposta era um levantamento sobre cenas de humor no cinema mudo?
Desculpem-me, perdi o fio da meada.

P.S2- Mas cá prá nós, uma coisa tem a ver com a outra, ou seja, tudo tem a ver.
Onde está escrito na platéia, artistas como Vila Lobos e, na plaetéia, gente progressista mas, também, jovens conservadores (melhor dizer atrasados) vaiando e jogando papel picado contra Villa Lobos leia-se no palco, artistas como Villa Lobos e, na platéia, gente progressista mas, também, jovens conservadores (melhor dizer atrasados) vaiando e jogando papel picado contra Villa Lobos.
Ao utilizar o termo "atrasado" ao invés de "conservador" é porque, ao contrário dos conservadores de outros países, a nossa elite não é nada de conservadora mas, sem a menor sombra de dúvida, atrasada mesmo, basta ver seu comportamento diante da indicação de Lula pela revista Time como o líder mais influente do mundo, o que levou aos nossos "conservadores" (????) ficarem de plantão o dia todo ligando para a Time para que a revista falasse que Lula não é o número mas apenas um dos 25 líderes mais influentes.
Ufa!!!! O alívio foi geral nas hostes demo-tucanas, a conferir nesta coletânea de textos sobre o assunto
P.S3- O que isto tem a ver com o cinema?
E por acaso não daria um bom enredo de teatro ou cinema ou escola de samba...tanto faz
No mundo tudo é energia ou ligado
Como diria o Murilo,,..Inté.

Nenhum comentário: